Spiga

Propaganda da Petrobras: 6 mil metros fazem a diferença

Excelente série de anúncios da estatal petrolífera brasileira Petrobras. As propagandas estão saindo do forno e serão veiculados em meio impresso, em publicações do exterior. O conceito da campanha é focado na expertise da Petrobras em exploração de petróleo em águas profundas. O slogan diz "6 thousand meters can make everything look smaller. Or a company even bigger". Em português "6 mil metros podem fazer tudo parecer menor. Ou uma companhia ainda maior".

Os "seis mil metros" são a profundidade que deverá ser explorada pela Petrobras em águas profundas nos poços do pré-sal. Agora imagine transformar esses 6 mil metros de profundidade em 6 mil metros de altitude. Foi o que fez a equipe responsável pelos anúncios, fazendo com que Nova Iorque, Paris e Rio de Janeiro parecessem uma daquelas imagens vistas pelos satélites do Google Earth.

Nova Iorque
propaganda da petrobrás Nova Iorque

Paris
propaganda da petrobrás paris

Rio de Janeiro
propaganda da petrobrás Rio de Janeiro

Ficha técnica:
Agência: Heads
Diretores de criação: Kike Borell, Flávio Medeiros, Luis Christello
Diretora de arte: Gabriele Treiger
Copywriter: Leonardo Konjedic
Produção: Álvaro Figueira

I Like Ike

Oficialmente, o que hoje conhecemos como marketing político moderno teve início em 1952. Nesse ano, o general Dwight Eisenhower contratou a agência publicitária BBDO para auxiliá-lo na campanha presidencial americana daquele ano. A principal função da BBDO era adaptar a linguagem de Eisenhower ao rádio e à televisão – afinal, a mídia eletrônica ganhava uma importância cada vez maior no jogo democrático.

Os marqueteiros de Eisenhower entendiam que era necessário criar um novo perfil para o candidato – não o de alguém que apenas colhia as glórias de um passado vitorioso no comando do exército americano na II Guerra Mundial; mas o de um presidente que plantaria as glórias do futuro americano. Esse trabalho se deu, primordialmente, por meio da mídia eletrônica. A estratégia deu certo, Eisenhower foi eleito e depois reeleito, em 1956.



A mudança da imagem começou pelo nome. Como Dwight e Eisenhower não são exatamente palavras fáceis de se pronunciar, os marketeiros recorreram a um apelido de infância, curto e simples: Ike. Assim surgiu o candidato, e com ele diversos materiais publicitários que entraram para a história do marketing político. Um deles foi esse comercial que postamos no Museu da Propaganda - "I Like Ike" (Eu gosto do Ike), uma animação transmitida pela televisão aberta para todos os Estados Unidos. A produção é de Roy Disney, e a trilha sonora de ninguém menos que Irving Berlin.


O que diz o texto publicitário:

(em inglês)
"Ike for President. Ike for President. Ike for President.
You like Ike, I like Ike, everybody likes Ike for President.
Bring out the banners, beat the drums, we'll take Ike to Washington.
We don't want John or Dean or Harry. Let's do that big job right.
Let's get in step with the guy that's hep. Get in step with Ike.

You like Ike, I like Ike, everybody likes Ike for president.

Bring out the banners, beat the drums, we'll take Ike to Washington.
We've got to get where we are going, travel day and night.
Let Adlai go the other way. We'll all go with Ike.

You like Ike, I like Ike, everybody likes Ike for President.

Bring out the banners, beat the drums, we'll take Ike to Washington.
We'll take Ike to Washington!

Announcer: Now is the time for all good Americans

to come to the aid of their country".

(em português)
"Ike presidente, Ike presidente, Ike presidente
Você gosta do Ike, eu gosto do Ike, todo mundo gosta do Ike presidente
Tragam os cartazes, rufem os tambores, nós vamos levar o Ike para Washington
Nós não queremos John ou Dean ou Harry. Vamos fazer esse grande trabalho direito.
Vamos seguir os passos do cara que é o máximo. Siga os passos do Ike

Você gosta do Ike, eu gosto do Ike, todo mundo gosta do Ike presidente
Tragam os cartazes, rufem os tambores, nós vamos levar o Ike para Washington
Nós temos de chegar ao nosso destino, viajar noite e dia
Deixem Adlai seguir outro caminho. Nós todos vamos com o Ike
Você gosta do Ike, eu gosto do Ike, todo mundo gosta do Ike presidenteTragam os cartazes, rufem os tambores, nós vamos levar o Ike para Washington
Nós vamos levar o Ike para Washington

Locutor. Agora é a hora para que todos os bons americanos se unam para ajudar seu país."


Adicionar artigo ao Del.icio.usAdicionar artigo ao Digg!Adicionar artigo ao DiHittAdicionar artigo ao FaceBookAdicionar artigo ao Google BookmarksAdicionar artigo ao LinkkAdicionar artigo ao MyspaceAdicionar artigo ao Rec6Adicionar artigo ao RedditAdicionar artigo ao TechnoratiAdicionar artigo ao Yahoo!

Evian Roller Babies (versão internacional)

Há comerciais que se tornam clássicos instantâneos. É definitivamente o caso deste filme publicitário da água mineral francesa Evian, que pertence ao grupo Danone. O mote da campanha é "live young" (viva jovem), e foi baseado em uma frase de Oscar Wilde: "youth is the one thing worth having" (juventude é a única coisa que vale a pena ter). A trilha sonora é outro clássico: "Rapper´s Delight", do Sugarhill Gang, interpretado por Dan The Automator. Mas o que realmente chama a atenção são os excelentes efeitos especiais, que tornam os movimentos dos bebês incrivelmente reais.




O que diz o texto publicitário:

Em inglês:

"
Natural pure and mineral-balanced water
supports your body's youth

(music)
i said a hip hop the hippie the hippie
to the hip hip hop, a you dont stop
the rock it to the bang bang boogie say up jumped the boogie
to the rhythm of the boogie, the beat
now what you hear is not a test--i'm rappin to the beat
and me, the groove, and my friends are gonna try to move your feet
see i am wonder mike and i like to say hello


Let's observe the effect of Evian on your body


(music)
but first i gotta bang bang the boogie to the boogie
say up jump the boogie to the bang bang boogie
let's rock, you dont stop
rock the riddle that will make your body rock
well so far youve heard my voice but i brought two friends along
and next on the mike is my man hank
come on, hank, sing that song
Evian, live young"


Em português:

"Água mineral natural e balanceada
mantém a juventude do seu corpo

(música)
i said a hip hop the hippie the hippie
to the hip hip hop, a you dont stop
the rock it to the bang bang boogie say up jumped the boogie
to the rhythm of the boogie, the beat
now what you hear is not a test--i'm rappin to the beat
and me, the groove, and my friends are gonna try to move your feet
see i am wonder mike and i like to say hello


Vamos observar o efeito de Evian no seu corpo

(música)
but first i gotta bang bang the boogie to the boogie
say up jump the boogie to the bang bang boogie
let's rock, you dont stop
rock the riddle that will make your body rock
well so far youve heard my voice but i brought two friends along
and next on the mike is my man hank
come on, hank, sing that song

Evian, viva jovem
"


Adicionar artigo ao Del.icio.usAdicionar artigo ao Digg!Adicionar artigo ao DiHittAdicionar artigo ao FaceBookAdicionar artigo ao Google BookmarksAdicionar artigo ao LinkkAdicionar artigo ao MyspaceAdicionar artigo ao Rec6Adicionar artigo ao RedditAdicionar artigo ao TechnoratiAdicionar artigo ao Yahoo!

Futurama 58

Refrigeradores modernos e com um visual arrojado são, há muito, um sonho de consumo. Mudam apenas os conceitos de "moderno" e "arrojado". Em 1958, significava ter "maçanetas cromadas e douradas", "revestimento interno de porcelana a côres" e painel da porta moldado em "polistireno".

O uso de materiais plásticos ainda era bastante restrito, e por isso os publicitários usavam nomes por demais técnicos, como o "polistireno". Afinal era isso ou "matéria plástica", expressão em voga na imprensa da época, mas que traz um certo ar de filme B de ficção científica.

A peça que trazemos aqui foi publicada em abril de 1958 no jornal Tribuna da Imprensa. Trata do lançamento do novíssimo modelo Futurama 58, em uma época em que a GM não se dedicava apenas a fazer automóveis e a contribuir com crises financeiras mundiais.


O que diz o texto publicitário:
"FUTURAMA 58
Seja qual fôr seu gosto, ou necessicade, V. encontra exatamente o
que deseja na Nova Linha FRIGIDAIRE-FUTURAMA 58. Tôdas as
vantagens foram reunidas nestes modernos refrigeradores. A maçanêta é
belíssima, cromada e dourada. O espaço interno é maior. Há caixas
especiais para queijo e manteiga. Os congeladores são verticais ou
horizontais. O revestimento interno é feito em porcelana a côres. O
painel da porta é moldado em resistente "polistireno". Procure conhecer
imediatamente os novos modelos FRIGIDAIRE-FUTURAMA 58 no
Concessionário Frigidaire mais próximo.

GENERAL MOTORS DO BRASIL S.A.

BUNCHAFT & FILHO / CASA DO BARBOSA / CASA GARSON / CASA DAS MÁQUINAS (NITERÓI) / CASA SAMUEL RODRIGUES / CASSIO MUNIZ S. A. / CASTELO DO RIO S. A. / CHADLER S. A. / ELETRO SOM (CAMPO GRANDE / LOJAS MURRAY / MESBLA S. A. / PALÁCIO DA MÚSICA / REI DA VOZ / TONELUX"
Adicionar artigo ao Del.icio.usAdicionar artigo ao Digg!Adicionar artigo ao DiHittAdicionar artigo ao FaceBookAdicionar artigo ao Google BookmarksAdicionar artigo ao LinkkAdicionar artigo ao MyspaceAdicionar artigo ao Rec6Adicionar artigo ao RedditAdicionar artigo ao TechnoratiAdicionar artigo ao Yahoo!

Teaser de 1957 no jornal Tribuna da Imprensa

O teaser, um dos muitos anglicismos da publicidade, pode ser traduzido como "provocante". É uma técnica de marketing (outro anglicismo) utilizada para chamar a atenção em uma campanha publicitária, mas não pela informação que mostra, e sim pela que esconde. Normalmente, a técnica faz uso de uma peça publicitária bastante enigmática no início de uma campanha publicitária.

Sua utilização mais comum é no lançamente de um novo produto no mercado, para criar uma expectativa no público a seu respeito. O destinatário, ao ver aquela peça, fica se perguntando. Hein? Como? O que será? Que produto é esse?

O teaser, ao contrário do que muitos pensam, é uma técnica publicitária bastante antiga. O exemplo que mostramos aqui foi retirado de uma edição de setembro de 1957 do falecido jornal Tribuna da Imprensa.

O que diz o texto publicitário:

"Êle pagou Cr$ 1,00 pela
roupa nova que escolheu!
como?
quando?
onde?
o segrêdo será revelado
domingo próximo, dia 29"

Adicionar artigo ao Del.icio.usAdicionar artigo ao Digg!Adicionar artigo ao DiHittAdicionar artigo ao FaceBookAdicionar artigo ao Google BookmarksAdicionar artigo ao LinkkAdicionar artigo ao MyspaceAdicionar artigo ao Rec6Adicionar artigo ao RedditAdicionar artigo ao TechnoratiAdicionar artigo ao Yahoo!'

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...